domingo, 15 de janeiro de 2017

QUE SAUDADE DAS LOMBADAS GRANDONAS!


            Há alguns anos, recebi uma notificação de infração de trânsito. Segundo constava na informação, eu estava em uma via olindense, trafegando em velocidade além do permitido. Mais especificamente, a 10% além do que seria indicado... Graças a Deus que eu não dirigia a mais de 100 por hora, em uma via de “50”.  Sendo assim, eu deveria estar a 55 Km/hora.
            Bem, o que importa é que teria de pagar uma quantia considerável por estar 5 km/hora acima do permitido. Quero que saibam que não estou justificando a minha falha real, pois como cidadão, concordo que temos de pagar os “impostos, que nos são impostos”. A multa foi paga, na época. No entanto, tenho algumas considerações a fazer, que talvez concordem com o que muitos de nossos compatriotas pensam, mesmo não tendo a oportunidade de levar a público.
            Sabe, eu dirijo há mais de 20 anos e antes daquela ocasião, nunca houvera recebido uma multa por excesso de velocidade! Naqueles dias, no entanto, fiquei decepcionado com a notícia. Aquilo até me causou certo constrangimento. Imaginem que eu tinha a fama de “tartaruga do trânsito”... E então, fui multado por excesso de velocidade!!!
O que me intriga é que eu, naquela referida quinta-feira, conforme me lembro, vinha descendo o viaduto com cuidado e calma. Era noite. Eu estava com a minha mãe no carro; saindo de um culto na igreja, ali próximo, para deixa-la em casa, indo no sentido Recife. Havia, na pista, avisos quanto a um novo limite de velocidade: 50 KM/H. Antes eram 60. Eu fiquei procurando o equipamento eletrônico que precisava respeitar, naquele trecho, mas não o encontrei. Olhei, olhei, olhei e não vi. Sabe, eu estava acostumado com as grandes lombadas que são visíveis a quase 200 metros de distância, pelo menos para mim que sofro com miopia desde a infância. Talvez tenha sido esta a causa de minha infração, naquela noite. Pois eu não vi a lombada de jeito nenhum! O que notei, depois de muito esforço, foi uma caixa metálica cinza, dotada do que pareciam ser câmeras... Mas nada muito claro que pudesse me dizer que elas é que substituiriam as positivamente indiscretas e hoje (pelo menos para mim), queridas e inconfundíveis “lombadas grandonas”...
Pergunto-me, então: “QUAL O MOTIVO DE HAVER LOMBADAS ELETRÔNICAS?”. Sim, elas são educativas: inibem o aumento perigoso de velocidade; ajudam a controlar o ímpeto dos motoristas mais ousados, alguns até inconsequentes, que praticam velocidades criminosas. Elas auxiliam na travessia de pedestres em locais extremamente movimentados, nos quais dantes, não se conseguia diminuir, por outros meios, os riscos de acidentes... Então, concordo que as lombadas são necessárias. Mas, por que diminuíram de tamanho? Por que ficaram quase invisíveis? Muitas delas são imperceptíveis; discretas demais; estão mal posicionadas e mal sinalizadas. Ah, aquelas grandes davam mais trabalho; sua manutenção era mais onerosa? Tudo bem, então. Vamos sinalizar as novas de modo mais “ESTRIDENTE”; para que sejam vistas à noite, pela manhã e em dias cinzentos de chuva. Vamos pintá-las de amarelo ou de rosa choque, ou verde limão. Vamos colocar iluminação adequada, próximo a elas. A fim de que sejam notadas, e não se camuflem fazendo com que seu único efeito seja o de surpreender os cidadãos; que na grande maioria das vezes, não são os motoristas perigosos que causam as mortes de muitos; os quais fizeram existir as nossas saudosas, eficientes e chamativas “LOMBADAS GRANDONAS”.

                                                                Túlio Vasconcelos.

5 comentários:

  1. As vezes me pergunto se esse não é o objetivo do nosso governo corrupto. Nos roubar sem que possamos nos defender... Saudades do tempo que tudo era grande, jornais com letras garrafais criticando o governo de forma veemente. Saudade da mentalidade grande do povo onde conseguiu tirar um governo corrupto e lutar por melhorias sociais... Tempos bons que não voltam. Enfim, Brasil !!!

    ResponderExcluir
  2. Quanto menor,melhor para o governo!Eis a verdadeira intenção: pegar os motoristas desprevenidos para enfiar a mão em seus bolsos de forma inescrupulosa.

    ResponderExcluir
  3. Quanto menor,melhor para o governo!Eis a verdadeira intenção: pegar os motoristas desprevenidos para enfiar a mão em seus bolsos de forma inescrupulosa.

    ResponderExcluir
  4. Quanto menor,melhor para o governo!Eis a verdadeira intenção: pegar os motoristas desprevenidos para enfiar a mão em seus bolsos de forma inescrupulosa.

    ResponderExcluir
  5. Grato pela participação. Divulguem aos seus contatos e tronem-se seguidores.

    ResponderExcluir