sábado, 31 de dezembro de 2016

FELIZ NOVO ANOJE!



     Os primeiros raios de um novo ano surgem e configuram esperanças de renascimento. As quais tantas vezes são acompanhadas de suspiros, simpatias, oferendas, preces, torcidas e tantas orações. Faz-se novos acordos consigo mesmo: planos, projetos, dietas, metas, construções, casamentos... Sim, os seres humanos são esses eternos torcedores, prognosticadores da vida. E, grandes amantes do êxito futuro...Ah, e como nos despedimos das adversidades de cada ano velho: sepultando-o no esquecimento, após um digno funeral de retrospectivas. Então, sob os modelos televisivos, comerciais, parece que somos levados a achar que tudo será automaticamente diferente, assim que a contagem regressiva acabar e os fogos, os risos, os abraços eclodirem. Mas ano novo é hoje, 31 de dezembro de 2016, ou 10 de maio de 1978, ou 15 de março de 1996...Ano Novo é aquele momento em que você resolve: serei novo; mudarei minha história na recriação de meus projetos. Serei alguém que se renova nas lições, que agradece em tudo; e que não se enterra na culpa inutilizadora, mas assume compromissos de arrependimento real, submetendo-se ao juízo justo do Senhor, de quem são todas as misericórdias... 
    Serei melhor e buscarei aprender com as perdas. Evitarei a presunção, pois não acreditarei mais na minha grande perfeição inexistente. Tentarei ser mais tolerante com as pessoas; não perderei tempo esperando recompensas; não esperarei o status do reconhecimento. Farei por amor, darei, amarei sem esperar o amor em troca. Dedicarei mais tempo aos que realmente necessitam e precisam. Não perderei tempo ensinando a quem não quer aprender. Direi não todas as vezes que o sim significar desperdício de boas horas, que poderiam ser investidas em quem de fato não tem amigos ou socorro. Retirarei o meu esforço dos que jogam fora a preciosidade da PALAVRA DE DEUS, pelo seu orgulho, seu pecado, suas desculpas, sua dissimulação, sua conveniência...
     Falarei apenas para quem quiser ouvir. Não obrigarei as pessoas. Terei paciência para descobrir isto, mas não perderei tempo, quando tiver todas as certezas de que preciso. Mas, ainda terei calma com aqueles que ainda nem sabem o que devem querer: a maioria da humanidade. Também, terei tolerância comigo mesmo, para me amar mais e ser realmente fã de mim mesmo (como diz Augusto)...
      Sim, QUE O SENHOR DEUS APROVE E CONFIRME ESTE FELIZ NOVO ANOJE! 

                                                      Túlio Vasconcelos.
         

6 comentários:

  1. Ótima reflexão! Amei. Muito inspirada por Deus.

    ResponderExcluir
  2. Ótima reflexão! Amei. Muito inspirada por Deus.

    ResponderExcluir
  3. Que nosso ano novo seja todos os dias 👏👏

    ResponderExcluir
  4. Show de bola meu irmão! Que Deus continue lhe abençoando e inspirando. E que dia após dia, decidamos ser melhores. Um forte abraço irmão Túlio!

    ResponderExcluir